quarta-feira, março 30, 2011

"Muitas das vezes os que sobem as escadas da vida esquecem os degraus que ficaram para trás"

8 comentários:

disse...

gostei :D

Emanuela. disse...

obrigado pelo comentário ;)
uma grande verdade. mas às vezes temos mesmo que esquecer.

Soraia B. disse...

Adorei o post! E o teu comentário também, e concordo com ele a 100 %

Rita disse...

Infelizmente tem gente mesmo assim :S

Catarina disse...

por vezes temos que fazer escolhas e optar pelo melhor para nós. porque somos o personagem principal na história da nossa vida não estamos nela para a ver passar-nos à frente sem (re)agir, temos que saber amar-nos primeiro e depois amar os outros. é uma questão de amor próprio, não de egoismo (por mais que soe a egoismo). é preciso ligar o que a cabeça diz ao que o coração sente, completar o puzzle com a razão, o sentimento e a emoção. tenho perdido muito por não saber pensar primeiro em mim, por ser "coração mole" quando devo ser "coração frio", e vice-versa. obrigado pelas tuas palavras, obrigado mesmo! beijo*

Catarina disse...

aguentei um cão 22 meses, achas que estou preparada para partir para uma relação? Eu sinceramente não sei, já tive mais certezas daquilo que realmente preciso. O cão não me dá desgostos, não me faz sofrer nem me trai, é essa a diferença entre um amor e um cão. Mas nada que não passe e nada que me faça desistir :)

Catarina disse...

estou disposta a viver com a companhia dele por muitos e muitos mais meses. é bem mais que um simples cão, é um companheiro!

-aChousa disse...

o problema é que se esquecem que as escadas sao como um io-io tanto da para subir e pogredir como para descer (: