sábado, dezembro 11, 2010

(Re) Introducing Me

Agora deu-me para cantar (sorte a minha que não tenho vizinhos rabugentos), ainda para mais quando é uma música do Nick Jonas cantada no Camp Rock... Enfim... Isto está tudo doido, mas mesmo não é para menos. Então pus me a pensar se devia ter me apresentado a ela de outra maneira, ou seja, se realmente não tivesse levado as coisas para o ponto mais sério, a fim de chegar tudo a este ponto em que estou, triste, só e abandonado sem saber qual o rumo que devo tomar nem quais as decisões que deva realmente tomar. Com grande certeza que não tinha desfrutado de grande parte das felicidade que ela me providenciou, mas o que realmente me importa é o facto de saber que sempre que estou perdido, olho discretamente para cintilante brilhar dos olhos dela, e, aí sim, sinto-me com um rumo; com um destino ao qual pretendo conquistar até o vento não ter mais força para soprar no pano de cetim das velas do meu barco que, um dia, nos poderá levar até à estrela polar; até ao lugar onde nada nem ninguém nos poderá separar.


 












  • Para que conste, consigo cantar praticamente toda a música sem começar com aquelas "comidelas" nas palavras. (Smile)


   

4 comentários:

PauloMitchell disse...

Sim, estou a ler "O Rapaz de Olhos Azuis" de Joanne Harris e é bastante interessante, visto que fala de web journal e se baseia na mente de um assassino (:

Catarina disse...

sigo *

Débora disse...

Ai Manel Manel.. tenho "pena" de ti.
Espero que realmente consigas alguma coisa, caso contrário o mundo e as meninas esperam-te cá fora.
Força rapaz! *

Me.myself&i disse...

Uma bela dedicatória...que encontres nesse olhar um dia o teu porto de abrigo ;)